Monthly Archives

setembro 2017

Entenda como superar o medo de dentista

By | Dicas Dentista Crisal

O medo de dentista ainda é um problema muito recorrente e faz com que várias pessoas deixem a saúde bucal de lado, criando inúmeros problemas que poderiam ser evitados com consultas periódicas. De acordo com os dados da Sociedade Americana de Odontologia, 3 em cada 10 pacientes adultos têm medo de ir ao dentista. Se você é dessas pessoas que se arrepiam só de pensar no barulhinho do motor, fique calmo, pois é possível vencer essa fobia e cuidar melhor da saúde.

Por que eu tenho medo de dentista?

Tremores, respiração ofegante, taquicardia, suor e frio na barriga são alguns dos sintomas que as pessoas apresentam ao chegar a um consultório odontológico. E esse medo de dentista tem nome: odontofobia!

Em geral, a maioria das pessoas que sofre dessa fobia apresenta medo de sentir dor com os procedimentos e receio da anestesia. Tudo isso é capaz de criar nesses pacientes sentimentos de pânico e ansiedade generalizada, o que os impedem de fazer visitas periódicas ao dentista.

Como superar o medo de dentista?

Hoje, já existem vários métodos que visam atenuar esses sentimentos angustiantes e melhorar a relação desses pacientes com os tratamentos dentários. Veja os mais usados:

1. Acupuntura e massagem

Quando você está mais nervoso é possível que sinta mais dor, já que essa ansiedade interfere na forma como seu cérebro processa os estímulos recebidos.

Algumas pessoas, ao se sentarem na cadeira do dentista, já começam a apresentar sintomas como taquicardia e até crise de choro. Nesses casos, técnicas de relaxamento são fundamentais para que o paciente se sinta mais confortável e o tratamento seja mais ameno.

Massagens antes do tratamento ajudam muito, bem como a acupuntura — essencial no controle da ansiedade. A técnica pode ser executada enquanto o paciente está na cadeira do dentista e tem duração variada de 30 a 60 minutos. Outra opção é que esse paciente realize as sessões de acupuntura antes do tratamento odontológico.

2. Hipnose

Outra técnica que tem sido utilizada com resultado muito satisfatório é a hipnose, que faz com que o paciente entre numa espécie de “transe” e sinta-se mais relaxado.

Para aquelas pessoas que sentem verdadeiro pavor só de ouvir o barulho do motor, é possível que o dentista escolha outros sons mais agradáveis para preencher o consultório, como cascata de água e, nesse momento, utilize algumas técnicas de hipnose para deixá-las mais calmas e tranquilas.

O medo de agulha também pode ser superado com o uso da hipnose, que apaga da mente do paciente a imagem da agulha que lhe causa temor e não deixa com que ele sofra com esse momento.

3. Laser

Além das técnicas de relaxamento, o avanço dos tratamentos dentários também contribui muito para diminuir o medo de dentista.

A remoção de cáries, por exemplo, é um dos procedimentos que deixa muitos pacientes apreensivos pelos barulhos envolvidos. Com o uso do laser, não é necessário que o dentista encoste no dente a ser tratado, fazendo com que o paciente não sinta dor.

4. Música, shows e gás hilariante

Mas se nada disso resolver, ainda existem outras possibilidades para distrair o paciente daquele momento que lhe causa desconforto. O uso de fones de ouvido com abafadores de ruído pode ajudá-lo a se sentir mais confiante, além do uso de telas de LCD transmitindo filmes e shows escolhidos pelo próprio paciente.

Agora, se você não conseguir relaxar com nenhuma dessas técnicas, o uso do óxido nitroso pode ser pensado, pois promove uma sedação consciente.

Com todas essas técnicas ficou mais fácil se livrar do medo de dentista, não é mesmo? Deixe-nos um comentário!