Desvendando 5 mitos sobre a saúde bucal

Todos nós queremos ter o sorriso bonito e saudável. Para isso, é necessário manter a saúde bucal em dias através da escovação, do uso do fio dental da maneira correta, das idas ao dentista com periodicidade, além de alguns tratamentos para correção e alinhamento dos dentes.

Na busca por uma aparência melhor, acabamos por nos deixar levar por uma série de receitas, truques e “certezas” que há muito tempo estão na mente das pessoas. São informações criadas através do senso comum e repassadas como verdades. É daí que vêm os tais mitos.

Você já ouviu falar que antibiótico deixa os dentes amarelados ou que comer maçã é uma excelente estratégia para deixar os dentes mais limpos? E se tudo isso não passasse de crendice popular?

Vamos agora esclarecer um pouco desses mitos que circulam por aí:

1. Os dentes ficam mais sensíveis se comermos alimentos gelados

Não é que comer coisas geladas (como um sorvete, por exemplo) deixa o dente mais sensível. Se você sente dor quando consome algo assim é porque, provavelmente, já possui uma lesão. A grande questão aqui é que, quando os túbulos dentinários ficam expostos, a sensibilidade aumenta.

Isso pode acontecer em várias situações, tais como: gengiva retraída, esmalte dos dentes muito finos ou então no caso de dente trincado. A dor ocorre porque os túbulos dentinários possuem uma conexão direta com os nervos.

2. Mascar chiclete sem açúcar ajuda na prevenção das cáries

Aqui não tem muita conversa. O que ajuda na prevenção de cáries é fazer a higienização adequada dos dentes com escovação, uso do fio dental e também de um bochecho com flúor. O chiclete sem açúcar pode até não provocar a cárie, mas também não ajuda nem um pouco na prevenção.

Além disso, a mastigação excessiva de chicletes pode levar a vários problemas articulares e musculares, como a fadiga muscular da região, além de desenvolver ou acentuar problemas na ATM (articulação temporomandibular) e também aumentar o bruxismo.

3. Escova dura deixa os dentes mais limpos

Tem até uma certa lógica, mas isso está longe de ser verdade. Para os dentes, a melhor opção é sempre utilizar escovas macias — aliás, quanto mais macia melhor —, que devem ter também uma cabeça pequena. A escova muito dura pode lesionar a gengiva e também desgastar o esmalte dos dentes, tornando-os sensíveis.

4. Uso de antibiótico amarela os dentes

Esse pensamento é comum porque, há alguns anos, os médicos receitavam um antibiótico específico (tetraciclinas) para as crianças que ainda estavam com os dentes em formação. Neste caso, realmente a medicação provocava manchas. Mas se o dente já está formado não há muito com o que se preocupar. Existem alguns xaropes que contém açúcar e, por isso, é necessária uma boa higienização bucal após o uso para evitar a formação de cáries.

5. Maçã pode substituir a escovação

De jeito nenhum! A fruta possui algumas fibras que ajudam a remover alguma sujeira nos dentes, mas não pode substituir a escova de dentes e muito menos o uso do fio dental. Além disso, a frutose presente na maçã pode causar cárie se os dentes não forem limpos logo após o consumo.

Agora que você já sabe que nem tudo o que se fala por aí sobre os dentes é verdade, pode cuidar deles da maneira correta. Nunca deixe de lado a boa e velha escova de dentes com o fio dental e também o enxaguante bucal com flúor. Eles são a sua melhor opção para cuidar bem da sua saúde bucal.

Agora que você já desvendou todos esses mitos, compartilhe essa informação com seus amigos nas redes sociais!

Deixe seu comentário

comentários