Saiba como escolher a melhor escova de dente

Os hábitos que você deve adquirir para a manutenção correta da saúde bucal englobam visitas frequentes ao dentista, uso do fio dental e uma escovação correta. Essa última parece simples, porém, engana-se quem pensa que basta uma escova passear pelos dentes para ficar tudo limpo. Para auxiliar na escovação correta, a escolha de uma boa escova de dente é imprescindível.

E como saber qual é a melhor? Entre tantos modelos disponíveis no mercado, uma variedade enorme de tamanhos, tipos e formas diferentes acaba confundindo na hora da escolha. Por isso, criamos um guia útil para que você conheça todas as características que uma boa escova de dente deve ter. Continue acompanhando!

Cerdas macias e retas

Hoje em dia, é possível encontrar no mercado uma infinidade de escovas de dente. Porém, as mais indicadas pelos profissionais de saúde bucal ainda são as que possuem as convencionais cerdas macias. Quanto ao formato da cabeça e das próprias cerdas, as indicadas geralmente são as retas, sem diferença de tamanho, com acabamento arredondado. A cabeça indicada é sempre a pequena, independentemente do tamanho de sua boca. Com esse formato fica mais fácil atingir os cantos mais difíceis, que uma escova de cabeça maior não alcançaria.

Cabo flexível e ergonômico

O cabo da escova também deve ser avaliado na hora da compra. Ele deve ser ergonômico e trazer segurança para a escovação. Não se esqueça de que escovar os dentes é um ato que exige firmeza, e não força. A pressão deve ser moderada e os movimentos constantes, por isso a importância de um cabo que não seja escorregadio e nem muito fino.

Escova de dente elétrica

As escovas de dente elétricas não possuem nenhuma restrição de uso, porém são mais recomendadas para as pessoas com limitações de movimento. É bom tentar manter a escovação tradicional para que não se perca a habilidade motora, caso a escova elétrica não esteja disponível e a escova comum tenha que ser usada.

Lembrando que aqueles que usam aparelho ortodôntico não devem utilizar a escova elétrica, pois ela pode descolar os braquetes.

Cuidados com a escova de dente

A primeira recomendação quanto aos cuidados que você deve ter com sua escova é não deixar de trocá-la a cada 3 meses. O ambiente do banheiro onde ela fica, por mais limpo que seja, possui muitos germes, e o clima úmido pode ajudar na proliferação de alguns microrganismos. Também é recomendado fazer a troca após alguma gripe ou resfriado, para que os germes instalados na escova não provoquem uma nova infecção.

Outro cuidado importante diz respeito ao armazenamento. Depois de usar a escova de dente, lave em água corrente e seque bem. É importante armazená-la a uma distância considerável do vaso sanitário e proteger suas cerdas com alguma capa que contenha furos, para que o ar possa circular.

Seguindo as orientações acima, encontrar uma escova de dente adequada será muito mais fácil e você terá menos dúvidas ao escolher entre tantos modelos no mercado. Faça visitas regulares ao dentista, siga as orientações com cuidado e escove os dentes três vezes ao dia. Dessa forma, você se previne de uma série de doenças, mantém seus dentes sempre limpos e o hálito fresco.

Agora que você sabe tudo sobre como escolher e cuidar da sua escova de dente, compartilhe esse post em suas redes sociais. Ajude seus amigos a ficarem mais informados sobre a saúde bucal!

Deixe seu comentário

comentários